Monozukuri wa Hitozukuri

Monozukuri wa Hitozukuri

É fácil perceber o pensamento do leitor ao ler o título acima! Lá vêm os partidários do Lean a usar termos japoneses que ninguém conhece! Mas os japoneses (e os alemães) têm esse dom de comprimir conceitos em poucas palavras.
Numa tradução muito liberal, Monozukuri wa hitozukuri é “fazer as pessoas antes de fazer as coisas” ou seja, é dar todas as condições para as pessoas conseguirem fazer o melhor trabalho possível.
Essas condições podem passar por ferramentas, acessórios, formação, entre outros. Talvez seja inocência, mas acredito que todas as pessoas são do tipo Y* porém sem formação ou equipamentos, torna-se comum existirem problemas de qualidade (em falta ou em excesso).
Acredito que seja o sonho de todas as empresas ter funcionários motivados, que sabem o que estão a fazer e não cometam erros, e é aí que o conceito Monozukuri wa hitozukuri pode ajudar muito.

E como fazer isso?

A implementação da metodologia 5S ajuda muito a evitar essas falhas de equipamentos e acessórios, pois é verificado se os postos de trabalho têm tudo o que é necessário. Ao aplicar a metodologia, os postos de trabalho ficam uniformizados, identificados e as movimentações necessárias para a realização da tarefa diminuem muito. Os métodos de fabrico também aqui são revistos e, com o apoio dos próprios funcionários, normalizados.
Investir na formação das pessoas, mesmo do ponto de vista financeiro, é sempre boa ideia, pois pessoas formadas causam menos erros, o que significa menos re-trabalho (melhor fluxo produtivo, menores tempos de produção, aumento da produtividade) e numa visão mais alargada menor lead time. Além disso, empresas que apostam nas pessoas têm funcionários mais dedicados e motivados. Citando o antigo presidente da Universidade de Harvard, Derek Bok, “Se você acha que a educação é cara, tente a ignorância”.
Sem formação e sem uniformização, a empresa corre o risco de cada funcionário desempenhar a sua função de maneira diferente, o que pode ocasionar vários defeitos diferentes. Encontrar a causa raiz dos defeitos assim passa a ser uma tarefa morosa e infrutífera. E sem eliminar a causa raiz, os defeitos vão continuar a repetir-se, e pior, passam a ser considerados normais – quem nunca ouviu um “sempre acontece isso com essa peça” ou “nós sabemos que essa peça parte muito, então fazemos a mais”?
O conceito monozukuri wa hitozukuri tem uma correlação direta com respeito pelas pessoas, que é a base de toda a filosofia Lean (normalmente representada como a fundação da casa Lean. É uma questão de respeito formar as pessoas para as funções que elas exercem, é uma questão de respeito fornecer as ferramentas corretas para o trabalho, é uma questão de respeito apoiar as pessoas quando têm dificuldades. Apostar nas pessoas, é apostar na empresa.

*Referencia a Teoria X e Y do Douglas McGregor em que pessoas X são preguiçosas, resistentes a mudanças e sem ambição e as pessoas Y são ambiciosas, automotivadas e exercem autocontrolo.

Bruna Cunha